Django Girls Porto Alegre 2017 e a minha experiência em Rails Girls

Nos dias 17 e 18 de março acontece em Porto Alegre mais uma edição do Django Girls.

Pra quem não conhece este é um evento que tem como objetivo aproximar mulheres da tecnologia, proporcionando um primeiro contato com HTML, CSS e uma linguagem de programação (no caso, Python). Ele acontece em diversas partes do mundo, com iniciativas regionais, fazendo com que mulheres se aproximem de computação e de desenvolvimento web especificamente, e vejam que são capazes, sim, de trabalhar na área.
Continue lendo “Django Girls Porto Alegre 2017 e a minha experiência em Rails Girls”

Softwares para bibliotecas: opções livres/gratuitas e critérios para escolha – material da apresentação

Publico aqui o material que apresentei na Semana Acadêmica Integrada da Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia, em 4 de outubro de 2012. Apenas adicionei um slide com link para este post.

Disponibilizo também link para o site oficial e para site de demonstração, quando disponível, de cada software; e alguns links para leituras relacionadas.
Continue lendo “Softwares para bibliotecas: opções livres/gratuitas e critérios para escolha – material da apresentação”

Softwares para bibliotecas: opções livres/gratuitas e critérios para escolha – convite para apresentação

Cartaz SAIBAM 2012/2

Semana que vem farei uma apresentação na Semana Acadêmica Integrada da Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia, organizada pelo CABAM/UFRGS, sobre Softwares para bibliotecas: opções livres/gratuitas e critérios para escolha.
Continue lendo “Softwares para bibliotecas: opções livres/gratuitas e critérios para escolha – convite para apresentação”

ding.TING : projeto open source para bibliotecas

Conheci hoje [dica do @trmurakami] o ding.TING, um projeto dinamarquês open source para OPAC de bibliotecas que foi apresentado no Congresso da IFLA de 2012. Aqui é o post do Blog Viva Biblioteca Viva onde tem a entrevista com Rolf Halpe, diretor da Biblioteca de AARHUS, na Dinamarca e aqui é o site oficial do projeto.

Na verdade, Ting é a iniciativa pra criar sistemas compartilhados para bibliotecas públicas da Dinamarca e Ding é o CMS baseado em Drupal, segundo este post que fala sobre o projeto e em cujos comentários há exemplos de uso.

Basicamente a única coisa que entendi do site do projeto foi o botão para download, então resolvi arriscar.
Continue lendo “ding.TING : projeto open source para bibliotecas”