Primeiras impressões do Ubuntu

Bem, em primeiro lugar, porque diabos eu resolvi instalar Linux [okay, GNU/Linux bla whiskas]?

1º Sabe criança quando não dá atenção pruma coisa, mas quando o outro dá, quer também? Então, um amigo formatou o pc e o outro instalou o Ubuntu. E, como eu já tinha curiosidade, resolvi que queria também.

2º Curiosidade: como já disse, sempre quis usar, pra ver como é e tal.

3º Personalização: eu adoro programas que eu posso deixar como eu quiser, tanto no que se refere ao visual quanto no que se refere às funções. Tipos meu Firefox, que é cheio das tralhas.

4º Comecei a ler o Why Linux is Better? e vi, entre outras coisas, que muitos dos programas que eu uso tem igual ou equivalente (e ainda tem o Wine pra emular e a possibilidade de ter Windows instalado, além do Linux).

5º Queria mais uma coisa nerdzinha pra brincar.

Ontem o Fefo me ajudou a instalar, mas ainda to sem wifi (problemas com o driver maldito).

Gostei do Gerenciamento de pacotes — muito mais fácil e organizado pra achar programas, plugins, etc. Em vez de ir no site do programa e procurar, faço tudo pelo próprio Ubuntu e ele baixa e instala tudo bem fácil.

Não gostei da obrigatoriedade de o usuário ter senha e de ele ficar pedindo isso toda hora que vai mexer em coisas administrativas (em outros usos, pode ser útil, mas pra uso doméstico é um saco).

Ainda to estranhando um pouco, porque, né, desde sempre usando o Windows… o gerenciamento de arquivos aqui é um pouco diferente — mas em breve eu pego. Achei interessante não ter as extensões dos arquivos e só colocar um . pra ocultar, mas me perco por enquanto. No mais, lembra bastante Mac — o que não ajuda muito, porque minha experiência com Mac é -1.

Update: ah, e não gostei que colocando um _ antes do nome do arquivo ele não fica acima de tudo na ordem alfabética.

Ainda não fuçei nos temas, só dei uma modificada no padrão. Provavelmente perderei um tempão até escolher certinho tema+animações+ícones.

Não usei programa pra ouvir música porque isso vai ser uma novela à parte — provavelmente renderá um ou dois posts a respeito. Já sei que não vai ter nada como o Winamp, mas tudo bem.

O bom é que eu uso o Firefox+coisas na nuvem pra muitas coisas, então acaba não mudando muito — e ainda to com meu perfil completinho aqui. 😉

–x–

Issues:

  • Tenho que reinstalar meu servidor – aliás, se alguém souber de algo tipo xampp pra Linux, agradeço. Dã. TEM xampp pra Linux — mania de não procurar antes de escrever.
  • Já achei o PHL, mas provavelmente ele vai continuar brigando com a porta do Apache.
  • Preciso de um player que tenha plugin pra iPod.
  • Quero Fireworks, mas acho que vou testar o Gimp antes — se bem que o Gimp é mais um substituto pro Photoshop, então não me serviria.
  • Instalar e configurar impressora — local e na rede.
  • No mais, é procurar os programas equivalentes pra dvd authoring, renomear tags de mp3, baixar torrent, etc.

8 respostas para “Primeiras impressões do Ubuntu”

  1. hmmm… vamos ver, por onde começo?

    bueno, sobre o gerenciador de pacotes, eu acabei lembrando de uma coisa: o Synaptic é um pouco mais avançado… no menu Aplicações tem o Adicionar/Remover, com uma interface mais amigável e fácil de usar… (por exemplo, ele mostra se o aplicativo é GTK, ou seja, nativo no Gnome, é só procurar um pé ao lado do nome no campo de descrição)

    sobre colocar o _ pra ficar no início, usa 0 (zero) pra ficar no início da lista e # pra ir pro fim.

    o fato de lembrar o Mac é por causa da interface padrão do GNOME, que é o ambiente padrão do Ubuntu. dá pra personalizar o GNOME pra ele ficar completamente diferente ou instalar um ambiente diferente – tem centenas de gerenciadores de janelas por aí – e dá pra instalar quantos quiser; eles coexistem e tu pode escolher um diferente na hora que quiser…

    programa de música, bom isso será uma novela mesmo, mas tem várias opções por aí. já testou o rhythmbox? se não me engano ele *tem* um plugin pro iPod

    NUNCA cometa a heresia de dizer que o GIMP é mais um substituto pro Photoshop; ele é muito mais que isso, e com prática, é mais eficiente também.

    instalar a tua HP vai ser barbadinha, ainda mais se for USB

    pra editar tags mp3, procura o tagtools… (no synaptic, ele não está no Adicionar/Remover) é o melhor que achei até agora

    de resto é só pesquisar no gerenciador de pacotes…

    ufa, terminei. é que eu me emociono… 😀

  2. Obrigado pela parte que me toca. Gostaria de deixar bem claro que eu não sou enrustido… digo, não sou viado!

    ÓBEVIO que tu ia me imitar né!! mas tuuuuudo bem!!!

    experimenta o exaile e o songbird, interface itunes, mas tem coisinhas boas. esse tagtools do fefo é realmente ótimo!!

    e conforme eu for descobrindo coisinhas boas eu te aviso e tu vice versa, ok?

  3. you can haz wifi!

    (but forget about your sound card)

    estou pensando seriamente em testar a longo a longo prazo o Arch Linux (e depois fazer um revival relembrar os tempos de Debian)

  4. Sobre a parte: “Já sei que não vai ter nada como o Winamp”

    Tenta esse cara aqui ó: Audacious.

    Não sei se tem no synaptic, mas pelo google dá pra achar o pacote.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *